© 2020 - Cooperca Supermercados

Histórico

 

No ano de 1964, um grupo de 289 funcionário da Carbonífera Treviso S/A liderado pelo Sr. Artur Girardi reuniram-se e fundaram a Cooperativa de Consumo dos Empregados da Treviso S/A.

Naquela época, as forças econômicas do município, lideradas pelos comerciantes, que sentiram-se ameaçados em seus negócios, conspiravam contra a cooperativa. Mesmo assim, a ideia do cooperativismo prosperou. Mais pessoas queriam fazer parte desta sociedade, porém eram impedidos, pois a mesma era uma sociedade cooperativa fechada.

Foi então que no ano de 1974 ocorreu alteração no estatuto passando a ser uma cooperativa aberta, que possibilitou a associação de muitas pessoas, entre elas: profissionais liberais, aposentados, e qualquer cidadão que residisse na região carbonífera. Passou então a chamar-se Cooperativa de Consumo dos Operários da Região Carbonífera (Cooperca).

Atualmente, a Cooperca é referência no município, e faz parte da vida da comunidade. Além da distribuição de gêneros alimentícios, atua nos ramos de móveis, eletrodomésticos e vestuários. Possui três lojas, duas no município de Siderópolis e outra no município de Treviso. E Também cultiva em horta própria, com isso, garantindo melhor qualidade em frutas, legumes e verduras.

Somos o primeiro estabelecimento do município de Siderópolis em obter o Serviço de Inspeção Municipal (SIM), com isso garantindo ainda mais a qualidade de nossas carnes. Possuímos também um moderno Açougue para melhor atender os nossos cooperados e clientes.

(Centro – Matriz)

(Treviso)

(Rio Fiorita)

Missão

“Estar presente na vida da população, especialmente de seus cooperados, oferecendo soluções para suas necessidades de alimentação, bem como produtos de uso e consumo, com preços justos e acessíveis, atuando na defesa econômica, por meio de ajuda mútua, possibilitando o acesso à qualidade e ótimo atendimento”.

Visão

“Ser cooperativa de referência, reconhecida como a melhor opção por cooperados, clientes, colaboradores, comunidade, fornecedores, devido à qualidade de nossos produtos, serviços e relacionamento”.

Valores

“Somos uma sociedade que acima de tudo preza a ética, transparência, comprometimento com os cooperados, clientes e a sociedade, qualidade nos produtos, excelência no atendimento e respeito aos princípios cooperativos”.

Cooperativismo

Cooperativismo é um movimento, filosofia de vida e modelo socioeconômico capaz de unir desenvolvimento econômico e bem-estar social. Seus referenciais fundamentais são: participação democrática, solidariedade, independência e autonomia.

É o sistema fundamentado na reunião de pessoas e não no capital. Visa às necessidades do grupo e não do lucro. Busca prosperidade conjunta e não individual. Estas diferenças fazem do cooperativismo a alternativa socioeconômica que leva ao sucesso com equilíbrio e justiça entre os participantes.

Associado a valores universais, o cooperativismo se desenvolve independentemente de território, língua, credo ou nacionalidade.

Princípios Cooperativos


Os princípios cooperativos, foram aperfeiçoados pelos Probos Pioneiros de Rochdale e reformulados pela Aliança Cooperativa Internacional – ACI, servem para orientar as sociedades cooperativas a levarem os seus valores à  prática, buscando atingir seus objetivos. Os princípios que norteiam o cooperativismo são:

  • Adesão Livre e voluntária: Pode-se associar a cooperativa todos aqueles que estão aptos a utilizar seus serviços e assumir suas responsabilidades, sem discriminação de sexo, sociais, raciais, políticas e religiosas.

  • Gestão democrática: As cooperativas são organizações democráticas, controladas pelos seus membros, que participam das suas políticas e tomada de decisões. As pessoas eleitas como representantes, são responsáveis perante estes. Os membros têm igual direito de voto, ou seja, (um membro = um voto)

  • Participação econômica dos membros: Os membros contribuem equitativamente para o capital das suas cooperativas e controlam-no democraticamente. Parte das operações deve ser constituída como fundos e ou reservas.

  • Autonomia e independência: As cooperativas são organizações autônomas, de ajuda mútua, controladas pelos seus membros. Podem firmar acordos com outras organizações, incluindo instituições públicas, desde que, assegurem o controle democrático pelos seus membros e mantenham a autonomia da cooperativa.

  • Educação, formação e informação: As cooperativas promovem a educação e a formação dos seus membros, dos representantes eleitos e dos trabalhadores para que eles possam aprimorá-los para desempenhar suas funções. E informar ao público sobre o cooperativismo e suas vantagens.

  • Intercooperação: As cooperativas servem de forma mais eficaz aos seus membros e dão mais força ao movimento cooperativo, trabalhando em conjunto, através das estruturas locais, regionais, nacionais e internacionais.

  • Interesse pela Comunidade: As cooperativas trabalham para o desenvolvimento sustentado das suas comunidades através de políticas aprovadas pelos membros.

 

Ramos


De acordo com a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), existem 13 ramos de cooperativas, que são:

Agropecuário

O Ramo Agropecuário reúne cooperativas de produtores rurais, agropastoris e de pesca. O papel da cooperativa é receber, comercializar, armazenar e industrializar a produção dos cooperados. Além, é claro, de oferecer assistência técnica, educacional e social. Hoje, segundo o IBGE, 48% de tudo que é produzido no campo brasileiro passa, de alguma forma, por uma cooperativa.

Crédito

O negócio, aqui, é promover a poupança e oferecer soluções financeiras adequadas às necessidades de cada cooperado. Sempre a preço justo e em condições vantajosas para os associados. Afinal, o foco do cooperativismo de crédito são as pessoas, não o lucro.

Especial

A igualdade é um dos pilares do cooperativismo. Para nós, qualquer tipo de discriminação é inaceitável. Justamente por isso, contamos com um ramo específico para oferecer a pessoas com necessidades especiais, ou que precisam ser tuteladas, uma oportunidade de trabalho e renda.

Habitacional

Construir e administrar conjuntos habitacionais para os cooperados, essa é a missão das cooperativas habitacionais. Em um país onde a carência por moradia é grande, poder contar com grupos de pessoas que se reúnem para esse fim é ter um grande aliado no desenvolvimento social e econômico dos cooperados e das comunidades.

Mineral

Pesquisar, extrair, lavrar, industrializar, comercializar, importar e exportar produtos minerais. As cooperativas deste ramo são responsáveis por todos os processos da atividade mineradora, além de se comprometerem a cuidar da saúde e educação de seus associados.

Saúde

O Brasil é referência no ramo. Além de sermos pioneiros no setor, somos o país com maior número de cooperativas dedicadas à preservação e à promoção da saúde humana. Reúne cooperativas que podem ser formadas por médicos, dentistas, outros profissionais da saúde e até pelos próprios usuários. O segmento surgiu no Brasil e se expandiu para outros países.

Transporte

Cooperativas que atuam na prestação de serviços de transporte de cargas e passageiros. Essas cooperativas têm gestões específicas para cada uma de suas modalidades: transporte individual (táxi e moto táxi), transporte coletivo (vans, micro-ônibus e ônibus), transporte de cargas ou moto frete e transporte escolar.

Consumo

Focado na compra em comum de artigos de consumo para seus cooperados. Podem ser fechadas ou abertas. As primeiras admitem como cooperados somente pessoas ligadas a uma mesma cooperativa, sindicato ou profissão. As segundas estão abertas a qualquer pessoa que queira se associar.

Educacional

Prover educação de qualidade para a formação de cidadãos mais éticos e cooperativos e garantir um modelo de trabalho empreendedor para professores. Esses são alguns dos objetivos das cooperativas educacionais, que reúnem professores, alunos, pais de alunos e pessoas apaixonadas por educação.

Infraestrutura

São cooperativas que fornecem serviços essenciais para seus associados, como energia e telefonia por exemplo. Seja repassando a energia de concessionárias ou gerando a sua própria, esses empreendimentos garantem o acesso dos cooperados a condições fundamentais para seu desenvolvimento.

Produção

Cooperativas dedicadas à produção de um ou mais tipos de bens e produtos. As cooperativas detêm os meios de produção e os cooperados contribuem com trabalho conjunto. O ramo congrega desde cooperativas de artesãos, até cooperativas metalúrgicas.

Trabalho

Reúne profissionais de uma mesma categoria em torno de uma cooperativa para melhorar a remuneração e as condições de trabalho do grupo de associados, ampliando sua força no mercado. É um ramo bastante abrangente já que as cooperativas podem atuar em todos os segmentos de atividades econômicas.

Turismo

Qualidade de vida também está relacionado a turismo e lazer. Este ramo reúne as cooperativas que prestam serviços de entretenimento para seus associados. De viagens a eventos artísticos e esportivos, esses empreendimentos oferecem opções mais baratas e educativas, além de contribuírem para que as comunidades explorem todo o seu potencial turístico.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now